22 de julho, 2024

4 pontos para motivar seus colaboradores, segundo Nelson

Por Francisco Tramujas

Bob Nelson é um autor e palestrante motivacional conhecido por seus insights sobre o reconhecimento no local de trabalho e a motivação dos colaboradores. Ele é autor de vários livros, incluindo “1001 Maneiras de Premiar seus Colaboradores” (em inglês, “1001 Ways to Reward Employees”).

 

No livro mencionado, Nelson aborda várias estratégias práticas e criativas para motivar e reconhecer os colaboradores. Ele destaca a importância do reconhecimento regular e personalizado, incentivando os gestores a entenderem as necessidades individuais de seus membros da equipe.

 

Alguns pontos que Bob Nelson aborda em seus livros incluem:

 

  • Reconhecimento pessoal: Nelson enfatiza a importância de reconhecer os esforços individuais dos colaboradores de maneira pessoal e significativa. Isso pode envolver elogios específicos, prêmios personalizados ou outras formas de reconhecimento que mostrem que a contribuição de cada pessoa é valorizada.

 

  • Incentivos tangíveis e intangíveis: Ele explora uma variedade de recompensas, tanto tangíveis (como bônus, prêmios físicos) quanto intangíveis (como elogios públicos, oportunidades de desenvolvimento), destacando que diferentes pessoas são motivadas por diferentes formas de reconhecimento.

 

  • Envolver os colaboradores: Nelson destaca a importância de envolver os colaboradores no processo de reconhecimento, permitindo que eles participem na definição de metas e na criação de um ambiente de trabalho positivo.

 

  • Celebrar pequenas conquistas: Além de reconhecer grandes realizações, Nelson sugere que a celebração de pequenos marcos e conquistas diárias também é crucial para manter uma cultura de reconhecimento constante.

 

Separei alguns exemplos de empresas que aplicam os princípios de motivação e reconhecimento de Bob Nelson em suas práticas de gestão de equipes:

 

  • Google: A Google é conhecida por suas práticas inovadoras de gestão de pessoas. A empresa utiliza uma variedade de estratégias de reconhecimento, desde o reconhecimento público em reuniões de equipe até programas de recompensas tangíveis, como bônus e prêmios em dinheiro. Além disso, a Google incentiva a criatividade e a autonomia dos funcionários, proporcionando tempo para projetos pessoais e oportunidades de desenvolvimento.

 

  • Zappos: A Zappos, uma varejista online de calçados e roupas, é famosa por sua cultura organizacional voltada para o reconhecimento e a motivação dos funcionários. A empresa valoriza o reconhecimento contínuo, desde elogios simples até programas de recompensas mais formais. Além disso, a Zappos promove um ambiente de trabalho positivo e inclusivo, onde os funcionários se sentem valorizados e engajados.

 

  • Salesforce: A Salesforce, uma empresa de software de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM), é conhecida por sua abordagem centrada no colaborador. A empresa valoriza o reconhecimento regular e personalizado, incentivando os gerentes a conhecerem as necessidades individuais de seus funcionários. Além disso, a Salesforce promove uma cultura de feedback aberto e transparente, onde os funcionários são encorajados a reconhecer e valorizar o trabalho uns dos outros.

 

  • LinkedIn: O LinkedIn, uma rede social voltada para o ambiente profissional, também é conhecido por suas práticas de gestão de pessoas centradas no reconhecimento e na motivação. A empresa valoriza o reconhecimento público e individual, desde elogios em reuniões de equipe até prêmios e reconhecimentos formais. Além disso, o LinkedIn promove uma cultura de aprendizado contínuo e desenvolvimento pessoal, oferecendo oportunidades de crescimento e progressão na carreira para seus funcionários.

 

Esses são apenas alguns exemplos de empresas que aplicam os princípios de motivação e reconhecimento de Bob Nelson em suas práticas de gestão de equipes. Cada uma dessas empresas adapta e personaliza as estratégias de acordo com sua cultura organizacional e as necessidades de seus funcionários.

Sobre o colunista

Francisco Tramujas

Especialista em Planejamento estratégico com foco nas seis áreas da Gestão (Estratégia, Financeiro, Pessoas, Comercial e Marketing, Processos e Projetos).

Compartilhe

outros conteúdos

5 sinais para entender o Ponto de Esgotamento dos Canais para Manter o Giro do Estoque e o Ciclo de Recompra?
“Essa reunião poderia ter sido um e-mail?” 5 pontos que podem justificar uma reunião
Diamante Negro: O Primeiro Case de Marketing Esportivo
Entendendo a Hierarquia Corporativa: Presidente do Conselho vs. Presidente Executivo
Você dirige o seu carro sem que os instrumentos do painel estejam funcionando?
Golden Ball: sua empresa pode estar jogando fora bons clientes